JOÃO MARCELO SOMA ESFORÇOS E 15 MILHÕES GARANTEM CONTINUIDADE DE OBRAS DO IPHAN EM SÃO LUÍS

Deu nos Blogs, Ultimas Notícias — Por em Outubro 9, 2017 às 9:14

Para tratar do andamento das obras que estão sendo executadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Maranhão, o deputado João Marcelo participou ontem à noite, 03, da audiência entre a Bancada do Maranhão no Congresso Nacional e o presidente Michel Temer.Na pauta, o descontingenciamento de recursos para dar prosseguimento à execução de nove obras contratadas no Estado com valor estimado em R$ 47,2 milhões,segundo o Iphan.

De acordo com João Marcelo, que já vem debatendo sobre o assunto com a superintendente do Iphan, Kátia Bogea, em virtude do andamento das obras de revitalização da RFFSA, em Rosário, o corte no orçamento estava inviabilizando a conclusão das obras já iniciadas e as licitadas nem começariam. “Mas graças à intervenção da Bancada Federal e de instituições como o Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon-MA) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL), o presidente Michel Temer garantiu o descontingenciamento de R$ 15 milhões, durante o encontro”, ressaltou.

“Somos gratos ao presidente Michel Temer por atender nosso pleito. Estas nove obras contratadas são importantes para São Luís: o Museu de Artes Visuais, o Fórum Universitário, o prédio da Jucema, o Palácio das Lágrimas e o Palácio Cristo Rei, o Centro Artístico Operário, os teatros Arthur Azevedo e João do Vale, e a Rua Grande, incluindo a Praça Deodoro. Estes, e outros, sítios históricos deram a São Luís o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Unesco. Então temos que lutar pela sua preservação. Esta luta está acima de qualquer interesse político partidário”, destacou João Marcelo.

Além dos deputados federais João Marcelo, Rubens Júnior, Hildo Rocha, André Fufuca, Alberto Filho e Pedro Fernandes, tomaram partetambém da reunião o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão,o ministro da Cultura, Sergio Sá Leitão, representantes da Junta Comercial do Maranhão (Jucema), do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon-MA), da Câmara de Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL), da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) e da Associação Comercial.

0 Comentários

Você pode ser o primeiro a deixar um comentário.

Deixe um comentário


Nice Theme
Nice Theme
WordPress Themes